Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Caminheiro

O caminheiro que encontrei um dia
Enclausurou completamente a vida
No mesmo lugar que jaz estendida
A companheira na lápide fria

No desenlace que levou seu afã,
Sedestre, à noite, no mármore frio
E a luz que atravessa o seu orleã
Aguça o corpo causando arrepio

É do caminheiro que encerrou estrada
Esse amor que a noite suaviza...
Não sei de onde vem a paixão elevada

Que no mármore frio cristaliza:
Se vem do amor que a morte não acaba,
Ou da morte que o amor eterniza.
Paulo Cavalcante
Enviado por Paulo Cavalcante em 05/10/2007
Código do texto: T681914

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Paul St Paul). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Cavalcante
São Luís - Maranhão - Brasil, 47 anos
27 textos (116959 leituras)
5 e-livros (5607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 16:31)
Paulo Cavalcante