Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA

Sonhador, sensível, muitas vezes
Criticado e até julgado pelo que escreve.
Ser incompreendido, com alentos e desalentos
No instante de sua inspiração, criação.
O amor de poeta pode ser até platônico
Irreal, imaginário, intocável...
Ninguém acredita, é preciso ser poeta.
Mesmo assim transmite
Com o que aflora no seu coração,
Amor, sofrimento, sonho
Saudade, paixão e até felicidade.
O universo do poeta é de endoidar gente sã.
Dizem que o poeta é louco...E que loucura!
Saudável...Merece o respeito, o carinho
A admiração daqueles que recebem com muito amor,
Sem nenhuma distinção
O que o poeta descreve.
Gildete Vieira Sá
Enviado por Gildete Vieira Sá em 06/10/2007
Código do texto: T682806
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gildete Vieira Sá
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
1255 textos (28209 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:37)
Gildete Vieira Sá