Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIMIAR

Fronteiras do pensamento
limiar das decisões,
atravessá-las ou não?
alma e corpo se fundem
o tempo confude,
recisão com o velho
nova imaginação.

O poeta dói
mais que a dor
de todos os homens,
suga todos os olhares,
constrói todas as ambigüidades,
socorre todas as palavras;
segurá-las ou não?

Limiar do poeta
toda dimensão,
não há tempo
apenas vivas
brasas e brisas,
fronteiras do pensamento
cá ou acolá.

O poeta e o homem
invadem,
sem explicação,
ao homem:
o livre arbítrio,
ao poeta
asas da criação.
Pupila
Enviado por Pupila em 06/10/2007
Código do texto: T683168
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
682 textos (21623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:45)
Pupila