Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

La Nave Va



Nesta cama, neste barco,
num mar sem ondas de medo,
em você eu me embarco
querendo só flutuar...

Como se me mentisse voar
em tempo de acordar,
sem ser tarde, sem ser cedo!

Corpos de almas casadas
união patenteada
sem quaisquer intromissões
de passados de depois
e um tempo depurado,
trancado e raptado...

Sim meu amor, de nós dois.

Nãomais me conte sua história
nem me faça confissões.
Esqueçamos que há lá fora,
antepassadas memórias,
manchetes,notícias,pregões,
guerras, vitrines, preços,
suas mil mulheres e apreços.

Repartamos entre a gente
um pouco de exclusividade,
infinito sem saudades.
Feche cortinas e frestas:
__Realidade, cá não entre!

Aqui acontece a festa,
com risco de me afogar
em você, corpo de mar

Aqui sou apena sua
e não a do lado de lá.
no ângulo mor tão nua
enquanto Lá Nave Va
jamais, ne me quites pas!

 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 07/11/2005
Reeditado em 22/11/2013
Código do texto: T68339
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11466 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:06)
Elane Tomich

Site do Escritor