Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU TENHO MEDO

Eu tenho medo de abrir a porta,
Da faca que corta,
Da fúria do ladrão;
Medo do trem assassino,
Do avião sem destino,
Do carro em contramão.

Eu tenho medo da traição do amigo,
Das insídias do inimigo,
Da morte e ingratidão;
Medo de ficar desempregado,
De ser ferido e maltratado,
Da crueldade do patrão.

Eu tenho medo da estrada incerta,
Da rua escura e deserta,
Da noite fria sem sono;
Medo de vagar pela cidade,
De perder a liberdade,
De sofrer no abandono.

Eu tenho medo da fome que mata,
Da sociedade que desacata
As leis do criador;
Medo do passado errante,
Do presente inseguro e cativante,
Do futuro sem amor.

Eu tenho medo de viver esquecido,
De voltar arrependido,
Das agruras da solidão;
Medo da sanha da infelicidade,
Da vergasta da maldade,
De perder seu coração.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 07/10/2007
Código do texto: T683872

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 59 anos
1147 textos (33621 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 15:00)
Carlos Melgaço