Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RIO DOS PEIXES


Nestas águas tranqüilas,
Descendo rio,
Sentada à margem, fico a ouvir
O choro do vento da mata.

Pensando em desmatamento,
Deitada na areia,
Atiro pedras, por protesto.
Quero ouvi-lo, meu rio querido!
Suas águas não são muitas como outrora.

Aqui passo o tempo,
Tiro minhas férias.
Vejo como a natureza,
Ao homem, respeita.



                             FRANCISCA SILVA RIBEIRO
Academia Betinense de Letras
Enviado por Academia Betinense de Letras em 07/10/2007
Código do texto: T684157
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Academia Betinense de Letras
Betim - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
47 textos (10479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:53)
Academia Betinense de Letras