Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRORROGANDO O QUE ACABOU

Nosso tempo acabou, nós estamos na sobra
devorando migalhas de sonhos passados,
numa fraude que tenta montar um mosaico
de cascalhos perdidos, dispersos e gastos...
Acabou a poesia do nosso pra sempre,
já passamos do ponto final do sem fim,
procurando os anéis de um saturno deposto
na galáxia fria de nossa ilusão...
Nada mais recompõe o que fomos outrora;
o futuro passou e ficamos no abismo,
neste agora sem fundo; blefado por nós...
Reviramos o nada em colagens mal feitas
de momentos etéreos, lembranças gasosas
duma vida que há muito explodiu em silêncio...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 07/10/2007
Código do texto: T684615
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3050 textos (61794 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:35)
Demétrio Sena