Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras Que Brotam Do Nada

Se permaneço nas asas do tempo
a colorir minha vida com palavras
que brotam de dentro,
que surgem do nada,
que nascem da solidão
e do vazio de duas vidas,
do vão que se formou
entre o tempo de um
e o tempo de outro,
é porque ainda acredito
nas possibilidades
e no horizonte dos sonhos meus.

Sonhos entrelaçados às correntes
que fluem do rio que corre
qual corcel desvairado
pelo vale de pedras
e águas transparentes.

Não há mais o que medir,
nem se sabe que traçados
a vida vai fazer de agora
até o futuro de duas ânsias.

Não há como descobrir
se o que era ontem,
ainda é hoje
em sua essência
ou se simplesmente tudo
desapareceu com o tempo
que já passou.

Feridas, chagas,
levam tempo
para curar.

Mágoas levam
seu determinado tempo
para sarar.
Maria
Enviado por Maria em 08/10/2007
Código do texto: T685453
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4776 textos (193294 leituras)
1 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 04:35)
Maria

Site do Escritor