Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DA JANELA

Da janela vejo o mundo como o mundo me vê nela /
Nela tô e nela fico como fundo de panela.

Da janela vejo a estrela que se estrela pr'eu vê-la bela /
Nela beijo o teu rebrilho na galáxia singela.

Se por rima busco embaixo
Cá de baixo rimo em cima
Como parte faz o cacho
Dos cabelos da menina.

Da janela vejo o trem que me leva prá lá de além /
Nele vou e nele parto quando me aparto de meu bem.

Da janela escuto o pio piado de quem pia por amor /
Nele enfio o pio meu e me arrepio no pio do vento na flor.

Se por baixo rimo em cima
Em rima trisco feito um traço
Aprendi vendo minha prima
Nuazinha no riacho.

 
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 08/10/2007
Código do texto: T685795

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7436 textos (107550 leituras)
8 áudios (68 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 04:04)