Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APOTEOSE do CIO

Dance, a festa da miséria é de todos, dance,
o anjo desenha os destinos na caverna,
resta o abismo, mas quem disse
que o abismo é o fim?

Cavalos fogosos mordem
as portas dos bancos
suas fêmeas adoradas como deusas
pelos homenzinhos de terno
as pessoas são mesmo assim

Eu ligo a máquina e não sei no que vai dar
na verdade eu sou um rebelde da tecnologia
e sei que todo o poder vai acabar na lama

As almas dos que viveram de aparência
queimam feito vela em noite de tempestade
você quer uma carona?

As correntes da lua estão cravadas
na minha carne sou o escravo da noite
meu carro bateu no muro do inferno
e as estrelas mergulharam no sangue
estou imundo de mentiras e alienação
nada quero, apenas a apoteose do cio

Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 08/10/2007
Reeditado em 25/10/2015
Código do texto: T685977
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1307 textos (32698 leituras)
8 áudios (1072 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:28)
Eriko y Alvym