Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por um nada em que adormeça


Não vim falar de passarinhos
nem de flores se abrindo para o sol.
Não tenho nada a dizer sobre estações
assim como ignoro
o despertar da natureza ao meu redor.
Não quero criar mais um poema
ainda quando haja poesia em minha vida...
Não quero nada! Quero apenas o direito de me calar
e perscrutar se existe alguma coisa no silêncio.
Não quero respostas às minhas dúvidas
e nem o eco de meus gritos...
Não quero nada! Ou quero o nada em que eu possa adormecer
sem medo e sem culpa,
apenas por uma noite...
E quando eu acordar terei sabido
o valor desta vida
pela qual ainda luto
com uma vontade infinita!

Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 08/11/2005
Código do texto: T68609
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:14)
Poeteiro