Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNA


Habito nos vocábulos
dos meus versos
onde incansavelmente
rimo termos sem rima
vivo a arte e a sina
e seco lágrimas sem pranto

Como lacrar a vida e o amor
sem cantar todo dia?
Como vencer o tédio e o temor
sem ficar com a alma vazia?

Eis a razão
porque sonho tão alto
porque vivo em sobressalto
porque vôo sem asas...

No avesso dos versos escondo
o tesouro da minha contrariedade
o mistério da minha feminilidade
e o feitiço da minha eternidade...

Francis Faria
Enviado por Francis Faria em 08/10/2007
Código do texto: T686346
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Francis Faria
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil, 46 anos
637 textos (28032 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:34)
Francis Faria