Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A MORTE DE GARCIA LORCA
                     (No centenário do seu nascimento)


                                                                        Empieza el llanto
                                                                        de la guitarra.
                                                                        Es inútil callarla.
                                                                        Es imposible
                                                                        callarla.
                                                        (F. García Lorca - Poema del Cante Jondo)



Trinta e oito eram os anos
dos teus olhos quando
o vento parou
no planalto andaluz.

Pelas ruas de Granada
as guitarras tocaram a rebate.

Vieram pela calada
arrancar do teu peito
o sangue dos ciganos,
fogo a crepitar
sobre a borrasca negra
em campo de baionetas.

Os ecos demoliram o silêncio
na noite de chumbo.

E a tua voz, entretanto,
continua a pendurar
as estrelas nos ramos,
em rituais de fogo,
até de madrugada.


Até que, de mansinho,
damos pelo Sol
a sapatear quimeras
no asfalto.

Ninguém jamais abafará
o pranto das guitarras.
CARLOS DOMINGOS
Enviado por CARLOS DOMINGOS em 08/11/2005
Reeditado em 16/12/2005
Código do texto: T68777
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS DOMINGOS
Portugal
80 textos (21284 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:18)
CARLOS DOMINGOS