Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0173 - Meu amor n'outro amor


Não quero, mas vou mudar meu coração,
para outro peito, meu corpo para outro leito,
não quero mais falar de amor,
vou resistir aos carinhos, perdestes os que te dei,
apaguei das lembranças os meus sonhos teus,
talvez ganhe, talvez perca, tudo que era lua ficou noite...

Nas nuvens já não sei caminhar, sou terra demais,
as flores, espalhei-as sobre a cama, tu não viestes,
guardei meus desejos para outro corpo,
sem respostas as mãos emudeceram os toques,
meu amor tem todos os lados da paixão,
não tenho querer de instantes, sou para sempre.

Quem sabe um dia voltarei a caminhar entre estrelas,
brilharei com a luz d'outros olhos,
das nuvens alguns sonhos me tragam inspiração,
farei novas músicas, novos poemas, novo amor,
quando amo, vazo na pele mostrado pelos poros,
cego, caminho entre o ir e ficar, amar ou perder.

Não quero tempo de começar e terminar,
tenho um espaço livre entre o corpo e a alma,
chamem os deuses, que me mostrem um novo amor,
nada é maior que sonhar entre a lua e o sol,
quero o desconhecido, o frio misturado ao quente,
assim caminho entre tantos amores, um, o meu.

Quero o coração fora do meu corpo,
a alma presa entre carinhos que não conheço,
o tempo sem fim, assim como meus desejos,
preciso do sexo, louco, pervertido, meu e teu,
quero fazer amor o tempo todo com a alma,
com o corpo, com meu amor n'outro amor.

18/03/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 17/03/2005
Reeditado em 20/03/2005
Código do texto: T6884
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116071 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 10:49)
Caio Lucas