Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A DOR



À dor não cabem regulamentos
nem prisão, só o céu cinzento
e a imensidão do horizonte
para que ela corra livre
com suas pernas nuas
e atravesse montes
e atravesse ruas
avidamente

à dor não tragam jamais panos quentes
nem a deixem ser vista ou ouvida
por quem nunca a sentiu
pois quem a percebe
aprende a conviver
com ela sempre
e a deixa livre
a correr...

pelas veias, alma, corpo, coração
e dominar a vida, a imensidão
como se ela fosse parte
integrante de nós
e se livrar dela
fosse em vão
e assim é:

a dor invade, domina, tortura
torna a vida densa, escura
esconde o lindo sorriso
tira o brilho do olhar
vira companheira
amiga de bar
traiçoeira...

Mas um dia
ela irá nos deixar
quando o coração finalmente
se entregar a um imenso e forte amor
então,  partirá para sempre, com muita dor
e levará com ela toda a angústia, todo o vazio
e nunca mais nos acompanhará assim, pelas ruas
com sua sombra negra, ar pesado e suas pernas nuas...


Francis Faria
Enviado por Francis Faria em 11/10/2007
Código do texto: T690300
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Francis Faria
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil, 46 anos
637 textos (28032 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 14:51)
Francis Faria