Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Castelo De Cartas

Quando as flores murcharem e já estiverem sem vida
Quando os demônios entoarem uma canção de partida
Quando uma lagrima gélida descer a sua boca
E amargar lentamente apesar de insossa

Lembrará o motivo de sua solidão
Anjo híbrido, habitante de meu coração
Lembrará o quanto um dia te amei
Entrará em prantos então te direi

Que nas folhas do outono me esconderei
Que na brisa suave certamente estarei
Que por mais difícil que for o seu caminho
Tenha uma certeza: NÃO ESTARÁ SOZINHO

Estarei ao seu lado em alma e espírito
Dando-te meu amor para livrar-te dos perigos
Lembre que quando os palhaços perderem sua graça
E toda sua vida não passar de pirraça

Eu ainda estarei ao teu lado
Ajudando-te a reconstruir teu castelo de cartas
Santiago Belmont
Enviado por Santiago Belmont em 12/10/2007
Código do texto: T691076
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Santiago Belmont
Maceió - Alagoas - Brasil, 25 anos
42 textos (1608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:27)
Santiago Belmont