Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhor!

Mil interrogações assaltam meu peito...
Tantas perguntas...  Sem respostas...
Vagando... Passeando em meu leito...
Confio em ti Senhor, bato em Tua porta!
 
Cresci ouvindo dizer... Que perdoar é divino,
Que só chega a Ti, quem for como um menino.
Mas curvo-me à dor que hoje me invade o tino.
Treme a minha alma sem rumo, sem destino!
 
Tantos dizem Te amar tanto... Meu Senhor...
Mas se escondem atrás da palavra mágoa...
Para disfarçar o perdão não dado... O desamor,
E golpear profundamente... Como uma adaga!
 
Senhor, Tua voz amorosa e justa grita em mim...
Clareia tudo à minha volta... Não vou sucumbir!
Jamais vou retroceder... Morrer não é o fim...
Mas não perdoar, é jamais estar em Teu jardim!
 
Tu és o meu escudo e a minha força, Pai!
Ainda que tantas coisas injustas eu veja...
Teu cajado me sustenta, não cairei jamais!
Só Tu, Senhor, é que a minha alma almeja!
 
Entrego-me ao Teu amor, aos Teus cuidados...
Que meus inimigos...  Sejam por Ti amparados,
Que eu os perdoe sempre... Para o Teu agrado
E que um dia, eu mereça estar em Teus braços!
Mary Trujillo
12.10.2007

Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 13/10/2007
Código do texto: T693000

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25927 leituras)
41 áudios (1846 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:18)
Mary Trujillo