Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou Assim!

Sou como um beco sem saída...
A mistura de muitas, de tantas...
Aquela que chora e sorri...
Da má... E da boa sorte da vida!
 
A cigana alegre que muito sonhou...
E sonhando festejou seus dias...
Acreditando que tudo valia a pena...
Deixou-se amar... E muito amou...
 
Sou brado desesperado dos esquecidos,
A que sente na carne a dor do mundo.
E que nem todos... Pode consolar...
Alma viajante de orbes desconhecidos.
 
Passageira do tempo... Que inclemente...
Não busca... E nem quer verdades...
Apenas alimenta a dor da saudade...
Fazendo perecer o culpado e o inocente.
 
Sou ternura, sou a fúria do mar bravio,
Sou a doce palavra... Muitos silêncios.
Sou sol... Sou a noite de tempestade...
Sou metade esperança... Metade vazio!...

Sou... Eu sou desse jeito... Sou assim...
Apaixonada pela vida que vibra em meu ser,
Andarilha de uma era obscura e cruel...
É imperativo me odiar... Ou gostar de mim!

Afinal... Eu sou desse jeito... Sou assim!
© Mary Trujillo
09.10.2007

Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 13/10/2007
Código do texto: T693003

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25942 leituras)
41 áudios (1846 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 11:04)
Mary Trujillo