Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BICHO-DA-SEDA

Autoria: Regilene Rodrigues Neves

Preciso de um tempo
Talvez pra escrever poesia
Pra falar de amor
Acordar abraçando a vida
Emoções
Respirando
Suspirando
Sentindo

Jogar fora
Mal vistas
Roupas velhas
Pessoas mal quistas
Egoístas
Textos sem sentidos
Enfim velharias.

Redesenhar o sol
Rabiscar outra lua
Sentir novo amanhã
Vestir roupa nova
Acasalar um dengo
Em novo ninho
Novo amor
Ir lá fora
Chamar passarinhos

Deixar livre as borboletas
Que me ensinaram a amar
Quando num casulo vi me transformar

Pude sentir o tempo
Sem pressa de se demudar
Pude abraçar em cedas
Tecer minhas asas
Para quando chegar à hora de voar

Dar cores
Dar vida
Em vida me alimentar

Voar livre
Sobre o templo dos sonhos
Relicário
Em novos horizontes
Conquistar

A arte de ser
É vinda
Advinda
Da necessidade da alma
De voar

E na transmutação
Do espírito
Acasalar sentimentos
Bondade
Benignidade
Longanimidade
Perdão

A poesia renasce
E a imagem assim se recria
Nada de novo no fronte
Um livro
Uma história
A escrivaninha
Páginas passam passando
Na brisa que entra na noite
Acendendo as velas de m’alma.

Criada em 11/02/2005
regipoeta
Enviado por regipoeta em 09/11/2005
Código do texto: T69345

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134441 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:50)
regipoeta