Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Um poema só meu // Intromissão



Um sorriso forçado,
mas adorável
Um resquício de dor
indisfarçável

Um poema ausentado
involuntariamente
Um silêncio de amor
adolescente

Um jeito de menina
quase inocente
Um olhar angelical
muito envolvente

Um espaço na rima,
assim pequenino,
De um verso imortal
quase divino

A pergunta indagada
tanto custou
A resposta emudecida
o olhar revelou

A loucura escancarada
suprema alegria
...Um risco de vida,
quem não arriscaria?





Charlyane Mirielle  ( 05/05/2007)

Wanderil Santos  ( 14/10/2007 )














Obrigada
Wanderil, pela parceria e atenção.
Um grande abraço, amigo poeta !
Charlyane Mirielle
Enviado por Charlyane Mirielle em 15/10/2007
Reeditado em 15/10/2007
Código do texto: T694670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Charlyane Mirielle
Londrina - Paraná - Brasil
923 textos (122113 leituras)
8 áudios (1803 audições)
2 e-livros (460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 07:04)
Charlyane Mirielle