Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NEGRO NAVIO

Meu coração é um outro navio negreiro
A traficar emoções vazias e sem sentido
Trocadas com aquela que primeiro
Encostar em mim seu umbigo...

Farto de diplomacia e quimeras e farsas
Crio enigmas que fecundem novas idéias
Enquanto abato umas tantas garças
Para comê-las sem prosopopéias....

Digo que meu coração é um odre de tantas viagens
E que nele levo vinho encetado em videira perfumada
E me embriago para tomar-me em nova coragem
Que ao fim me leva e de lá ao começo do nada...

Escravizo sensações como grafador de papiros
Aumentando o prazer de levar-me à tantos portos
Que desembarco como se fosse um conta-giros
De um cemitério marinho salgando seu mortos...

Digo que correntes tenho e que nenhuma delas é vã
Pois se me servem de companhia em noites de medo
Absolvem minh'alma humana que digo não é mais sã
Em viagem infinita até o Hades nesse navio negro.
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 15/10/2007
Código do texto: T694996

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7334 textos (106744 leituras)
1 áudios (10 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 16:43)