Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TÃO LOGO SURGE...




Tão logo surge a manhã

a fúria pelo futuro longo
exaspera-se nos lombos exaustos.
A consciência perde-se
entre tantas buscas inglórias.
Implora-se pelo abjeto cúpreo
que se afasta sempre
para o ofuscamento,
demolindo os caminhos da visão.

Tão logo surge a tarde

não há celebração
senão o recolhimento dos detritos
e alguns destroços
que Iludirão o dia vindouro.
                                                       
Tão logo surge a noite

expressões fitam-se incertas.
Crêem ainda em algum oásis.
Crença que servirá
a sentirem-se poderosas,
fuzilando quaisquer sejam
os estorvos que virão.
 

Tão logo surge o sono

muitas migalhas de vida
já se esvaíram;
as que ainda permanecem,
resistem ao sonho.


Marcos Arrébola
Enviado por Marcos Arrébola em 15/10/2007
Código do texto: T695334
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Arrébola
Serra - Espírito Santo - Brasil
236 textos (10350 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:01)
Marcos Arrébola