Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce Pesadelo

O longe,
O bem distante
Se dentro do peito bate um coração que ama
Soa sempre perto, muito perto!

A brisa das manhãs floridas
Se há na lembrança o cheiro amado
Chama-se saudade!

Passa lento o tempo
Se o passado foi mais forte que o presente
Lutam em lados opostos o que foi e o que é...
Este anunciando o futuro onde o que não foi simplesmente não terá sido!

Tristeza nostálgica gotejando continuamente no olhar
Torna os dias chuvosos em plena estação da seca!
Exceções contínuas ao dever ser...

Adeus insistindo em ficar
Enquanto ecoa noite adentro a canção da dúvida...

Jamais acordarei
Quando os sonhos traiçoeiros realizarem meus desejos proibidos essa noite...
Mas se acordar...
Tudo terá sido apenas um doce pesadelo!
Loba Luares Líricos
Enviado por Loba Luares Líricos em 16/10/2007
Reeditado em 25/10/2010
Código do texto: T696460

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Loba Luares Líricos
Ponta Grossa - Paraná - Brasil
32 textos (2162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:22)
Loba Luares Líricos