Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E N V E L H E C E R

                             A vida passa bem depressa,
                             Aos poucos vai nos consumindo.
                             As limitações vão chegando
                             E o tempo segue sorrindo.

                             Não sei se viver é isso,
                          * A chama vai se apagar...
                             Essa espera é angustiante,
                             Não sei quanto vai durar.

                             O brilho vai se acabando,
                             A vida vai chegando ao fim.
                             São flores tristes murchando,
                             Morrendo no meu jardim...

                             A luz intensa  da alegria,
                             Continua plena no meu ser.
                             Nas fontes puras da poesia,
                             Versejarei  todo o meu viver.

                             Em breve análise, penso:
                             Envelhecer é morrer
                             Um pouquinho a cada dia.
                             Se desligando deste mundo
                             Repleto de contradições,
                             Conflitos sociais e nostalgia.
                             
                   PS * A chama (da vida) vai se apagar.
                             
Jorge Gil
Enviado por Jorge Gil em 17/10/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T698541

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o lin para a obra total.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Gil
Goiânia - Goiás - Brasil, 80 anos
867 textos (46381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 05:09)
Jorge Gil