Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOU EMBORA

Invadiram meu recesso
torpedearam meu exílio
perturbaram meu idílio
vou embora, vou embora
não há rei que me segure
não vou levar  desencantos
tampouco desassossegos
me levarei dissidente
com aquela a quem amei.

Não verei tanques yanques
desfilando estupidez
nuvens de pólvora e pó
bombas, rombos e ruínas
levarei o sonho antigo
caminheiro de Passárgada
não olharei para trás
não a verei violada
não a verei nunca mais.

Nem a mulher que amei
por mais de mil e uma noites
nem o rei que é meu amigo
me seguram por aqui
tem uma ilha no sul
bem ao sul do sul do mundo
com palmeiras  palmeirando
sabiás cantaroleiros
e loucos versejadores

Aquela que vai comigo
quer mais que mil e uma noites
um quintal de livro antigo
algum relato avoengo
uma vidinha pacata
um amor de ficar  junto
janelas pra ver e ouvir
sabiás cantaroleiros
e loucos versejadores.


moises silveira de menezes
Enviado por moises silveira de menezes em 11/11/2005
Código do texto: T69965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
moises silveira de menezes
São Pedro do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 62 anos
37 textos (10056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:23)
moises silveira de menezes