Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALUCINAÇÃO

Fantasma.
Vives a me perseguir.
A me consumir.
A vida a me sugar.
A minha terra demarcar
com ferro em brasa,
como se fosse a minha pele a ferrar.
Não tens sentimento?
Claro que não.
És um fantasma.
Uma sombra vil.
Dissimulada. Perdida.
Não a quero nos meus pensamentos a povoar.
Tu me trazes
tristeza, melancolia.
Dor.
Dor física: Saudades.
Saudades
de um tempo.
Perdido. Passado.
Não tão longínqüo.
Dói.
Não me deixa.
Não me abandona.
Vive a me assombrar.
Edilmar Amaral
Enviado por Edilmar Amaral em 18/10/2007
Reeditado em 18/10/2007
Código do texto: T699967

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilmar Amaral
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
326 textos (4355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:18)
Edilmar Amaral