Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Zé Alguém

Zé Alguém subiu no muro
Precisava olhar do alto
Para achar discernimento
Olhou à esquerda e à direita
Prestando muita atenção
Só achou questionamento

Estando em cima do muro
Zé Alguém foi insultado
Pelos que estavam à direita
Botou as barbas de molho
Quase saltou para a esquerda
Mas a esquerda era suspeita

De um e de outro lado
Fora de sua cabeça
Havia muitas idéias
Zé balançou como pêndulo
Fico com essa ou com aquela?
Com Jonas ou com Miquéias?

Zé ouviu coisas estranhas
Para ele, palavrões
Termos como "panteísmo,"
"sincretismo" e "gnose".
Zé ficou meio cabrero
Não quiz mais ver nem ouvir,
Despertando da hipnose

Sem direita e sem esquerda
Zé optou pelo centro
Deixou de viver a esmo
Achou o que lhe servia
Nessa nova consciência
Bem no centro de si mesmo

Zé Alguém ensimesmou-se
Nunca mais olhou pra trás
Lá vai ele saltitante,                                                                    todo alegre, sempre em frente
O passado é história
Futuro é expectativa
Ele vive no presente

Se um dia encontrar o Zé
Não precisa perguntar
Como ele tem passado
desde que deixou o povo
Pois se eu bem o conheço
Sei que ele responderá:
Nem sequer tenho passado
- hoje sou um homem novo




Sonia Lodiferle
Enviado por Sonia Lodiferle em 19/10/2007
Reeditado em 19/10/2007
Código do texto: T700489
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Lodiferle
Santos - São Paulo - Brasil, 71 anos
141 textos (20987 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:45)
Sonia Lodiferle