Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO EU MORRER...

Quando eu morrer
Mande fazer pequenas lágrimas
Em vidro, na cor verde.
E distribua-as entre os presentes
Simbolizando as lágrimas de crocodilo
Que estarão todos derramando!

E contrate um palhaço
Com roupas bem coloridas
Para que ele as distribua.
E quando perguntarem o porquê,
Diga que ele é o símbolo maior
Da hipocrisia que cerca todos os presentes.
Mas que não é um ato de agressão
E sim minha última vontade
A minha última forma de expressão!

Quando eu morrer
Não gastem pequenas fortunas
Com aquelas coroas de flores
Ou urnas de nobre madeira...
Se em vida não se preocuparam comigo
Não o façam agora, que não posso vê-las!

Apenas joguem terra sobre meu corpo!
Ao som que vem da natureza
E... Se sobrarem lágrimas de vidro...
Forrem minha tumba e me esqueçam!

Santo André, 20.10.07 – 16 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 20/10/2007
Reeditado em 20/10/2007
Código do texto: T702571

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
643 textos (90581 leituras)
14 áudios (2056 audições)
4 e-livros (1183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:19)
Enloucrescida