Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIAMANTES ENGANOS

Ando pelas ruas cheias de gente
e em cada rosto cumprimento um engano
estou só e não resisto
o dia nunca foi tão escuro

desejo a noite desejo
quero o mundo dos outros
quero fantasia quero libertinagem
e vício acompanhado

Solitários como eu
batem nas portas
pingando lama
do mundo estou deserdado

O mundo já foi dos pioneiros
quando a paixão era marcada de sangue
quando o motor convocava tribos
o motor é o sexo do esquecimento

Amanhã o brilho dos diamantes
vai mostrar cada uma das nossas mil caras
mas aí já terei partido
com uma rosa vermelha
enfeitando a pistola
e uma vida de enganos sem nada
.
Não juntei diamantes
só tive fé nos enganos
do mundo estou deserdado
toda a minha procura
converteu o Tumulto
no longo silêncio do estrada
e livre minha face do carro
enxergo cada anjo na curva
acenando a passagem
da sua vinda que não vem
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 21/10/2007
Reeditado em 31/07/2015
Código do texto: T703498
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1307 textos (32696 leituras)
8 áudios (1072 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:42)
Eriko y Alvym