Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EMANAÇÃO

E nos deparamos com ele,
expectador inútil,fruto sem sumo.
Sem invejar, sem lutar,sem progredir.
Mero assistente do presente,
já passado e sem futuro.
Não vive,existe apenas, na inércia.
Descompromissado de ser herói ou bandido.
Também não é um cidadão comum,
abraçado ao dia-a-dia.
Talvez seja puro.Talvez sua missão
seja a de observar os horrores da vida,
assitir a felicidade de alguns,
e registrar como um guardião silencioso,
quase invisível,câmera discreta.
Arca preciosa colocada pela mão divina
nos cantos do mundo...O indigente...
Sopro sutil de Deus!

JOYCE RABASSA
joyce rabassa
Enviado por joyce rabassa em 12/11/2005
Código do texto: T70408
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
joyce rabassa
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
64 textos (1950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:03)
joyce rabassa