Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Intuitivo

Sou viajante
Que caminha errante
Sem Ter direção
Sou forasteiro
Grande companheiro
Da imaginação...


Sou o espaço
Que eu mesmo faço
Entre a multidão
Sou pensamento
Que no alheamento
Cria a ilusão...


Ente abstrato
Que nenhum retrato
Pode definir
Alma entorpecida
Que alimenta a vida
Sem se consumir...


Sou vida e morte
Que joga com a sorte
Tentando ganhar
Sou cativeiro
De um prisioneiro
Querendo voar


Sou tudo e nada
Sou uma charada
Pra se desvendar...
Ser que desafia
Toda filosofia
Do verbo amar!


Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 19/03/2005
Código do texto: T7042
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215195 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:33)
Priscila de Loureiro Coelho