Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inquietação do poeta

“Ser ou não ser... eis a questão”
Talvez não seja nada disso não
O que importa é que haja uma razão
Que haja consciência... e opinião!

Ser ou não ser... importa não
Desde que haja a chama da paixão
é o bastante ter a intenção
que simplifica cada decisão

Ser ou não ser... há condição?!
Não vejo com bons olhos a afirmação
Parece apenas um mero chavão
palavras estéreis que soam em vão

Não posso concordar com o refrão
Que insiste numa falsa indagação
Se não convence, causa sensação
Como se fosse uma solução!

Ser ou não ser... que perdição
Uma fria e sombria sugestão
Por si só, já indica negação
Causando mera insatisfação

Ser ou não ser... inquietação
Sofre-se por antecipação
Jogo de palavras... alienação
De quem é desprovido de ambição

Ser ou não ser... é convenção
Tentativa de manipulação
Sórdida e mística ilusão
Tola e bizarra pretensão

Como lamento toda essa confusão
Alegoria vaga de emoção
Ser ou não ser... importa não
Pois não é esta a questão!

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 19/03/2005
Código do texto: T7043
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215246 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:32)
Priscila de Loureiro Coelho