Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alteridade

Tua face tem a luz da noite
Que rebrilha toda escuridão.
O teu cheiro, os escondidos das plantas.

No silêncio de teu ser o segredo se faz,
Enchendo de verdes e avelãs os completos,
Como saudade de se falar às areias.

Um olhar que insiste nos ocultos dentros.

Meus dedos procurando os destinos de sua cintura...
Inutilidade de observações líquidas em seu corpo...
Caminho para dentro da agudeza de suas formas...
 Teu sorriso felicitando os longes com terra e água,
Passos de neve durante o morrer das coisas...

Ouço de ti um pedaço de enorme Eu,
Que de grande se desdobra em ventos
E resvala nos profundos de nós.

Escorrego-me em lábios cobertos de azuis.
Tu és de estrela e caminho,
Fragmento cintilado de pequenos e enormes.
Amael Oliveira
Enviado por Amael Oliveira em 22/10/2007
Código do texto: T705325

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amael Oliveira
Aracaju - Sergipe - Brasil
71 textos (37383 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 17:19)
Amael Oliveira