Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade Eterna

Dói como lança afiada trespassando o peito
Machuca causando marcas profundas
Insensata não marca tempo nem hora
Começo nem fim, partida e chegada
Obstrui o coração bloqueando passagem da vida

Companheira inseparável, essa saudade
Não há como expulsá-la, tem morada cravada na alma
Sustenta-se, alimenta-se de uma vida indefesa
Lembranças num vai e vem desordenados
Reflexos transluzem no semblante inquieto

Ah...adorável inimiga saudade, és meu bom sonho
Minha inseparável companheira até o último suspiro...






Elian Maria Bantim Sousa
Enviado por Elian Maria Bantim Sousa em 22/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T705337

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elian Maria Bantim Sousa
Coelho Neto - Maranhão - Brasil
492 textos (219829 leituras)
2 e-livros (82 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:03)
Elian Maria Bantim Sousa