Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARPINTEIROS

Pregadores martelam na mimnha cabeça
e seus pregos adentram meus ouvidos tensos;
batem forte, não cansam, também não protelam;
são andróides, não pensam, simplesmente avançam...
Madeireiros invadem mimnha paciência,
sua tábua de lei me castiga sem trégua,
querem pôr uma régua nas minhas verdades;
pôr compasso e regência nos passos que dou...
Ditadores e servos dos próprios ditados,
inocentes culpados por um mundo aflito;
grito insano de guerra contra o que não há...
Mensageiros do fim que sem fim se propaga,
traficantes da droga embalada de luz;
carpinteiros da cruz que não quero levar...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 23/10/2007
Código do texto: T706186
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3109 textos (62585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 23:16)
Demétrio Sena