Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BICHO ESTRANHO

Tem horas em que me sinto um bicho estranho.
Parece que não me enquadro ao planeta.
Eu, que tanto o amo.
Eu que adoro estar aqui.
Fecho os olhos, faço careta.
De desagrado.
Depois me faço um agrado.
Digo a mim mesma que sou um bicho estranho.
Mas “por tantos” sou um ser muito amado.
Poeta é bicho estranho que busca um mundo perfeito.
Mais bonito. Mais colorido.
E em tudo deseja dar um jeito.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 23/10/2007
Reeditado em 11/04/2011
Código do texto: T706248

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4693 textos (80908 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:11)
SONIA DELSIN