Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como essa vida dá suas voltas...*

Como essa vida dá suas voltas,
& nem espelha todas as vontades
Nem nossos erros & acertos
Passam por todas as coisas
Como se nada tivesse importância
O que se vê dessa vida
É o próprio espelho do passado
Se envolvendo com o presente
Com muito poucos
Se importando com o futuro
É como se estivessem
Atrás de mais uma porta,
Com tantas outras para serem abertas
Mesmo sem dar uma volta completa
Tem gente de saia na rua
Como aqueles romanos loucos
Que desnaturaram toda uma geração
& ainda reclama
Que os jovens são agressivos
Nem pensam
Quem cometeu a primeira agressão
Também não querem entender
A mais bonita sorriu pra mim
Alguns pensaram que era engano
Tão ledo com suas próprias existências
Mais uma frase foi criada
Segunda tem uma nova entrevista
Que de todos os pontos de vista
Fica na esperança
De subir mais um degrau
Nem precisa ter muito peito
Somente o bom senso de falar
O que querem ouvir
Mesmo que não se diga
Quase nada producente
Basta se encaixar
Nos requisitos básicos
& tolerar
Convenientemente
O ganho proposto
Com certeza ela vai achar o máximo
Podendo contar com o mínimo exigido
Mas se frustrar
No seu íntimo
Com seu futuro
Nas plagas verdes mais distantes
Para um próximo ano muito incerto
Sem a certeza de se ver realizada
Toda a sua vontade explícita
Mas, como todas as voltas que o mundo dá,
A vida sempre reserva suas surpresas
& tudo que quero
Está próximo
De meu próximo passo
Que me aproxima
Nesta segunda que se aproxima
A vida é sempre risonha
Faça dela o seu espelho!

Peixão89
(*Faz parte do Tombo XXI – “Para Sentir” 1993)
Peixão
Enviado por Peixão em 23/10/2007
Código do texto: T706250
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120467 leituras)
1 e-livros (243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:10)
Peixão