Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Luta Que Não Dá Trégua

Assim como quero falar,
luto dentro de mim para calar.
Uma confusão.

É o medo
de mais um pouco
me magoar.

Mas, acho que mais
do que eu mesma me magoei
não é mais possível acontecer.
Mais do que eu mesma me feri,
não será mais possível fazer.

Vejo apenas,
num único instante
de lucidez
que falar tira o peso da alma,
e talvez por isso o coração
lute tanto para continuar.

É assim como o choro.
Depois que as lágrimas despencam,
a dor parece amenizar.

O que ainda não sei,
e o que ainda preciso pensar,
é se quero que o mundo
veja e ouça
o que minha alma quer falar.

E ainda me pergunto
se continuando assim,
meu coração suportará a dor
de meu falar
e o silêncio de palavras
que tanto deseja ouvir
e não sabe se ainda
um dia ouvirá.

Diante disso me pergunto:
- Não seria melhor calar
e de tudo se afastar?

Tenho a impressão
que seria mais fácil...
mais fácil
tudo em silêncio suportar...

Sem saber o que é certo
e o que é errado,
assim, sigo eu...

Ficam ainda todas
as mil perguntas sem respostas,
uma incógnita que só
o céu desvendará.
Maria
Enviado por Maria em 24/10/2007
Código do texto: T707477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4748 textos (192509 leituras)
1 e-livros (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 09:00)
Maria

Site do Escritor