Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REENCONTRO II

A vida de dois seres que se amam
pode tomar diferente rumo,
decepcionados nos ares proclamam
o fim.
Passos em linhas paralelas,
seguindo o prumo,
não se cruzam ... Assim
seguem absolutos ... Almas belas,
entretanto carregam sentimentos obtusos,
na essência confundidos, confusos.

Mas o tempo cobra ... E como cobra!
E quando perguntou do amor,
emudeceram e no vazio silente
o coração evidenciou a dor;
E quando a saudade perguntou do futuro,
ocultaram-se ante uma máscara,
pra não denunciar o que o olhar não mente;
......................................................
Reticentes amantes saltem sobre a soberba,
atravessem o muro da insolência,
posto que nas reviravoltas da vivência
pode haver um ponto pronto,
pronto pra unir duas linhas, dois destinos,
que teimosamente resistem um reencontro,
contudo como o sol resplandece,
certamente esse reencontro um dia acontece;
...............................................................
Ceticamente enclausurado no Éden de Oz,
hoje nada mais depende de nós,
a hora se foi no dia após...

17/10/07
ANDRADE JORGE
(reescrito)
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 24/10/2007
Código do texto: T707619

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1049 textos (91159 leituras)
26 áudios (1845 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 14:49)
ANDRADE JORGE