Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSELHO NO ESPELHO

transpassa coração, a própria flecha
que seja você o furo na ferida ardida
vinga-te afinal! És inerte, quero-te vil!
teu corpo vivo estancou diante da dor,
vira radical expandindo decisão e ira,
vai-te daqui, alvo plácido, mata a ferida...
muda toda a escrita com teu sangue, saí!
até aqui você foi a isca fácil para abutres
no último portal, na estrada dos infelizes,
o desgosto nos beijos frios e boca frígida,
o escárnio reticente para agruras noturnas,
colchão de pregos nos ossos, fel na alma,
infiltração na parede da cela, chão de lama
suicídio sem bilhete, página em branco,
fala seca na canção estéril das artes mortas,
melodia errante na harpa de um anjo triste.


betina moraes
Enviado por betina moraes em 24/10/2007
Código do texto: T707955

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
betina moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
391 textos (3640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:40)
betina moraes