Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Eu diferente de mim

voei...
quase toquei as franjas do céu.
agora, aqui no chão,
quebro galhos...
sou apenas mais um

entre os transeuntes
sou um deus esquecido,
um ídolo quase morto

minha mãe,
dizia que eu era uma gracinha
meu pai,
sempre falou que sou um bom rapaz

credo!!!...

quanta tristeza existe em meus ossos!
quanta preguiça existe em meu peito!
ah, viver e morrer tem a mesma cara
Pedro Cardoso DF
Enviado por Pedro Cardoso DF em 24/10/2007
Código do texto: T708022
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Cardoso DF
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 69 anos
4452 textos (97515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:35)
Pedro Cardoso DF