Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Tarde Fria de Outubro

Em uma tarde fria de outubro,
me perdi em meio a sonhos e devaneios.
Sentada na sala, envolta em cobertores,
não via solução para os meus temores.

Chorei tanto, tentei me consolar,
achar motivo de esperança, fazer meu coração calar.
Procurei tanto, mas meu esforço foi em vão.

Então, de repente, me lembrei,
de dias melhores, onde o meu sorriso era constante
e a minha alegria também.
Se dias assim houveram, não poderiam se repetir?
Talvez só dependesse de mim.

Enxuguei as lágrimas, me refiz.
Se houvesse uma chance, eu tentaria.
Faria de tudo para ser feliz.
E foi o que eu fiz. Outra vez.


Cláudia Banegas
Enviado por Cláudia Banegas em 24/10/2007
Código do texto: T708108

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Banegas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Banegas
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
248 textos (16214 leituras)
7 e-livros (635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:05)
Cláudia Banegas