Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Gosto de chorar sozinha -poesia subliminar-



Gosto de chorar sózinha.
Pois a tristeza é calada
e eu não a quero assustar

Tetita




Vida Nova

Gosto de ver a chuva molhando a terra,
De cada pingo a lavar minh’alma
Chorar de mansinho, como infante que erra,
Sozinha, num canto buscando a calma,
Pois, enxurrada de pranto conclui
A finitude do querer descontente
Tristeza vai, não mais te polui.
É vida nova como o germinar da semente.
Calada, espero passar a estação,
E abro meu peito a mais esperança...
Eu quero mais chuva, agora de paixão...
Não mais chorar como a criança.
A atmosfera acolchoa-se de beleza
Quero sorver este presente infindo, e
Assustar qualquer nuvem de tristeza!

Tetita/Denise Severgnini









Tetita
Enviado por Tetita em 25/10/2007
Reeditado em 25/10/2007
Código do texto: T708894

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80134 leituras)
65 e-livros (5625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 23:53)
Tetita