Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETAR

Poetizar
é magia de parturiente,
nascer de um rebento.
É escolher a palavra,
atentamente,
com a emoção aflorada,
por ela apaixonar-se,
limá-la, encaixá-la.
Se não convir, descarte-a.
Garimpe outra.
Assente-a no lugar delicadamente.
Se amoldar,
agora é lapidar.
Lapidá-la no poema,
no contexto.
Poetar.
Conseguir gemas raras
para o que teces não fenecer.
O poema não se abortar.
A nenhum ouvido pode ferir.
A todos os olhos procurar aglutinar.
Se conseguir suportar
toda esta Ebulição.
Agonia. Dor.
Se na Paciência persistir.
Se as palavras precisas
conseguiu peneirar.
Fique calmo.
A Poesia brotou.
Poeta.
Edilmar Amaral
Enviado por Edilmar Amaral em 25/10/2007
Reeditado em 25/10/2007
Código do texto: T709085

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilmar Amaral
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
326 textos (4355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:07)
Edilmar Amaral