Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imposição poética


De que valeria ser poeta não fossem os meus amores?
Porque sem meus amores nada de bom haveria para dizer...
Dizer o quê? Sem meus amores...
Só sua existência me impulsiona e me impele às palavras
e sem as palavras não haveria a poesia.
Ela que descreve o indescritível – o sentimento!
Sou poeta pela urgência das palavras não ditas
e dos corações que amam e não sabem dizer...
As palavras podem até mentir, mas os corações não mentem jamais.
Sou poeta por dizer a verdade dos corações,
algo que se aprende quando criança, no colo da mãe,
mas que se esquece ao crescer...
O poeta é aquele que ainda busca...
E que não teme as palavras e nem suas armadilhas.
Sou poeta por sentir o que todos sentem, mas temem dizer...
Não tenho medo: Sou poeta.
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 26/10/2007
Código do texto: T710360
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10848 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 02:35)
Poeteiro