Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Karma


Ação e reação correspondente
em teses físicas e metafísicas
e em tantos postulados...
Do oposto lado
e das leis, um prisioneiro
eu sou um ser reagente:
Sou a dor do nervo exposto
o ardume do tapa em revide
ao que sinto em meu rosto.
Sou um ser reacionário
em que o karma incide:
Quase sempre na lide
sem temer o contrário
eu reajo a mim mesmo
e outrossim me arrebento...

Eu penso que neste ringue
quase sempre estou morto
e não há rebento que vingue
todo o sangue vertido...
Não faz o menor sentido vertê-lo
e menos ainda
o pesadelo da coisa finda!
E a "coisa" amorfa em que me torno
adorna minha essência antropomorfa:
o ser reagente
que não age e nem reage mais...

Porém, a lei do Karma não tem dó!
Prefiro uma lei diferente,
que é coisa de minha avó;
a lei do "carma", quando me sorria
e dizia, com graça:
“Carma, meu fio... isso passa!"
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 26/10/2007
Código do texto: T710362
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:35)
Poeteiro