Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prato Amargo

As lágrimas já apagaram
muita coisa aqui dentro
meu amigo.
Muito da alegria,
da bondade se foi.

Restaram pratos amargos
de dor e lamentos
que cortam minha alma
como o uivo da lenha
que queima no fogo.

Este mundo,
este onde hoje vivo
já há setecentos anos,
roubou algo
de dentro de mim
que não sei mais
onde encontrar.

E se sei,
não tenho
como buscar,
pois alguém ajuntou
e escondeu de mim.

Muitas luzes
se acenderam
neste tempo,
mas muitas
apagaram-se
para sempre.

E tenho medo.
Medo de que um dia
tudo se apague
e eu tenha de viver
na escuridão,
como vivem
tantos outros
que vejo por aí,
pelas estradas
em que vagueio
em busca de mim
e meus caminhos...
Maria
Enviado por Maria em 27/10/2007
Código do texto: T711901
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4727 textos (191733 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:58)
Maria

Site do Escritor