Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor, sempre ele


Quando aproximas de mim,meu coração dispara
Minhas mãos suam,sinto me como um menino
Minha cabeça e meus pensamentos misturam-se
Não sei como reagiar diante de sua presença

Como posso eu fazer para aquietar meu coração
Penso que por vezes,não conseguir tão pouco falar
Diante de tua beleza,simplicidade e teu olhar,
Em minha vida,você  já é sinonimo de paixão

As noites tornam -se especiais com sua presença
E tristes,vazias,sem vida  com tua ausencia
Quando a vejo diante de mim não consigo acreditar
como lhe disse,deixa me te amar...

Não me tires teu amor,sem ele,aumenta minha dor
Serei quem tu quiseres,cavaleiro andante,mago..
Os teus lábios,teus abraços,seu carinho que magia!
Que saudades de novamente ter seu amor

Belem,manhã de sábado!

Gilmar
...


Gilmar Santos
Enviado por Gilmar Santos em 27/10/2007
Reeditado em 17/03/2008
Código do texto: T711936

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Santos
Planaltina - Distrito Federal - Brasil, 59 anos
696 textos (113899 leituras)
53 áudios (5041 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:28)
Gilmar Santos