Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Madrugada

O sereno, serenamente cai
Molhando meu sentimento
Para que minha alma
Encontre enfim o alento
De tantas outras madrugadas
A poesia busca meus sentidos
E o silêncio busca meus ouvidos
Nada de novo no céu do meu eu
A não ser o novo dia
Que vem mais na frente
Prometendo que vai ser diferente
Depois que a madrugada passar
Meus dedos teclam a poesia
Sem saber como será este dia
Depois que o amor partiu de mim
Depois do seu suposto sumiço
Minha alma em reboliço
Não pede amor
Nem carinho
Vamos os dois sozinho no nosso querer
Para dizer a você
Que nunca esqueça deste verso
Você é a pessoa mais importante do UNIVERSO
Charlie Augusto
Enviado por Charlie Augusto em 27/10/2007
Código do texto: T711971

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Charlie Augusto
Santo Amaro - Bahia - Brasil, 59 anos
33 textos (519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:02)
Charlie Augusto