Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO BAR (versão 2)

Se perguntarem por mim
As pessoas...
Diga que não estou,
Diga que cai em outra esquina.
Fui buscar um sonho...
Depois de 3 garrafas de cachaça.

Ainda estou um pouco obsessivo
Ainda tento me livrar do vício
Mas nem tudo é lastimável
Em meu íntimo eu grito por liberdade.

Se perguntarem por mim
Diga a verdade
Um dia eu volto.

E por enquanto vou indo
Não sei bem pra onde
Mas vou indo,
Nem sei bem se quero
Mas chego,
Nem sei bem se devo
Mas faço
E meus sonhos...

Se perguntar por mim
Diga que eu cresci,
Diga que eu subi
Numa ladeira e na vida;
E que agora sou feliz,
E que agora vivo o sonho,
E que agora posso dizer

Eu te amo
Sem medo de parecer louco.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 27/10/2007
Código do texto: T712571

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 32 anos
370 textos (15011 leituras)
3 áudios (242 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 06:39)
mário cardoso